Arquivo da categoria: As Melhores Histórias de Sempre

Pitacos #3 | As melhores histórias de Sempre | V de Vingança

V for vendettax.jpgInspirado em Guy Fawkes e a Conspiração da Polvora, Alan Moore criou o roteiro para a ilustração de David Lloyd, e em 1982 a grafic novel V de Vingança era lançada. Publicada entre 1982 e 1983, a obra não chegou a ser completada, sendo retomada em 1988 para a conclusão.

De lá pra cá foram várias as vezes que o quadrinho foi republicado nos Estados Unidos, Reino Unido e Brasil, por exemplo, com edições coloridas e preto e branco, e séries de colecionador.

“Mas e o que é esse tal V de Vingança?”

Bom, se você realmente não sabe, já está errado.

V de Vingança não é apenas um quadrinho, é uma história inspiradora sobre revolução e luta pelo que acredita-se ser certo.

Seu personagem principal é o símbolo moderno contra a corrupção e o capitalismo.

Sendo assim, V de Vingança é para muitos uma filosofia, ou um estilo de vida. Uma forma de pensar e agir.

Toda a história passa-se na Inglaterra, no “futuro” de 1997, onde V – um anarquista mascarado – planeja sozinho derrubar o Estado. O enredo possui um forte apelo político, tendo o Governo uma postura de regime Fascista, com o controle da mídia e campos de concentração por exemplo.

V, motivado também por questões pessoais contra o regime, monta um plano com assassinatos e terrorismo para derrubar o governo, expor as suas crueldades, e conscientizar a população para que lutem pelos seus direitos. Ao final da novela, a conscientização de todos fortalece-se como a chave de seu plano, citando discretamente a história de Guy Fawkes, e aplicando uma ideologia de que um homem pode ser morto, mas uma ideia não.

Um homem pode morrer, lutar, falhar, até mesmo ser esquecido, mas sua idéia pode modificar o mundo mesmo tendo passado 400 anos.”  (V)

O quadrinho foi adaptado para o cinema em 2006, sendo fiel ao roteiro original. Alan Moore, obviamente, desaprovou, mas com certeza o filme é um dos preferidos aqui do blog. A atuação de Hugo Wallace Weaving (mesmo sem nunca mostrar o rosto) é excelente,  e claro, Natalie Portman como a personagem Evey Hammond foi perfeita.

V hoje inspira o grupo Anonymous, que adotou sua máscara como símbolo, e organiza e participa de inúmeros protestos de diversos temas ao redor do planeta. Isso deve-se à facilidade de nos reconhecermos em V, e de toda a identificação com os mesmos tipos de problemas que aceitamos da política.

Gostou? Então compre os quadrinhos e alugue o filme… ou baixe os dois. VIVA A REVOLUÇÂO!

“O povo não tem que temer seu governo, o governo é que tem que temer seu povo.” (V)

Etiquetado , , , ,